IGREJA INVESTIMENTOS S/A.


CARTA ABERTA A IGREJA BRASILEIRA.

 

IGREJA INVESTIMENTOS S/A.

 

"Quanto aos pobres, vós sempre os tereis convosco, mas a mim vós nem sempre tereis".

(João 12. 8 – BKJ).

 

S

abemos que em qualquer esporte, valores individuais são capazes de mudar o rumo de uma partida (At 11. 22/Tt 1. 5). Por causa dessa compreensão, no futebol os atacantes sempre são os mais bem pagos. Atacantes não decidem, eles definem. Definir é fixar, determinar, por um marco. A igreja já cometeu ao longo dos séculos muitos erros e acertos, e em certos tempos, mais um do que outro. Entre seus maiores momentos de felicidade, estão aqueles em que os homens foram o alvo de seu melhor. Se Maria, irmã de Lázaro e Marta estivesse hoje entre nós, ela poderia ser uma excelente dirigente de clube de futebol (cartola). Com uma atitude bem definida, ela entra para a História e deixa uma verdade para ser perseguida. Ao ungir Jesus ela investe em quem pode definir a "partida". A igreja não só é responsável por pregar a verdade; como instituição criada por Deus, ela deve proporcionar alegria aos homens. Isso já aconteceu nas vezes em que investiu nos valores individuais. Não sei definir qual o papel de Maria na vida de Jesus, mas, sei que sua devoção fazia bem ao seu coração. Claro que Ele jamais teve dúvidas de sua missão, mas, tal atitude lhe servia de incentivo, inspiração.

Na metade desta atual década, o Brasil sediará os dois eventos esportivos mais importantes do planeta. E talvez esse momento histórico não receba nenhum acréscimo significante por parte da igreja Brasileira. Onde está nas Escrituras Sagradas que a igreja não pode financiar os esportes, a música, a arte? Nossa omissão dá espaço para que as cervejarias marquem sua presença na vida de jovens que poderiam ser uma grande fonte de inspiração Cristã. Temo que em breve as grandes companhias de tabaco também financiarão as copas e as olimpíadas. Como seria inspirador ver um atleta Brasileiro levar no peito o nome de uma igreja como patrocinadora. Já posso até imaginar: "Igreja TAL. Acreditando no futuro do Brasil!"

O patrocínio pode ser uma verdade mais convincente do que mil pregações. Isso poderia ajudar a IGREJA BRASILEIRA a se libertar dos ESTIGMAS conquistados nos últimos vinte anos. Que é o de ser uma igreja interessada em dinheiro e poder. Preocupada com o luxo de seus templos e em adquirir impérios de comunicação em massa. Nada tenho contra o conforto. Ele é necessário sim, todavia, não ligo se o banco da minha igreja é de couro legitimo ou sintético. Se a perda térmica foi levada em conta quando instalado os trinta aparelhos de ar condicionado de minha igreja. Isso tudo é uma futilidade que não patrocina a sã doutrina.

Essa é a hora também de derramarmos nosso precioso perfume sobre quem pode definir a partida. Investir em quem faz a diferença, e não só fazer a diferença. Por que como meio de salvar a sociedade temos nós (somente) cuidado dos pobres e viciados. E isso não passa de uma atitude curativa. Investir na carreira e descoberta de atletas, músicos, artesãos, artistas, no individual. Essas sim são atitudes preventivas. Os pobres, Jesus disse: "sempre os terão convosco". Mas, um atleta está condicionado a sua idade, ao tempo. Ouvi dizer que certa igreja brasileira desejava patrocinar a seleção na copa de 2014. Isso seria maravilhoso, se, todas as igrejas se juntassem.

Se o melhor do Brasil são os brasileiros, por quê a igreja continua em ritmo acelerado investindo tanto em pedra, ferro, areia, tijolo e cimento? Ora, talvez a igreja não concorde com o pensador. Talvez pense ela, que o melhor do Brasil é ela mesma! Isso justificaria as NOVAS BASÍLICAS EVANGÉLICAS. Jesus concentrou suas atividades na Galileia. Por três anos, fez daquele lugar seu ponto de partida e de chegada. E não há relatos, que nesse tempo considerável tenha ele construído algo, ou permitido que se construísse em Seu nome. Jesus mudou a História dos homens por que investiu seus recursos (Sua vida) em quem poderia decidir a partida. Para ele não importa o tamanho do campo, e sim, o do coração dos homens. Tragicamente nesses dias, a igreja só investe naquilo que muda a sua própria e única história. Isso significa que teremos conosco bem mais pobres que Jesus imaginou quando falou com Judas e os demais presentes. Mas, até lá todas as igrejas terão seus próprios canais de TV a cabo. Então você poderá ver "sem chuviscos" jovens atletas carregando em seu peito, com orgulho, a marca de cerveja que lhes deu a oportunidade de ir às olimpíadas e de jogar na copa. O esporte (a música e as artes) afasta os jovens do crime, das drogas, da prostituição e da miséria. Mas, ele não faz nada disso sem patrocínio. Diante disso o que significa sermos 40 milhões de evangélicos? 25 milhões de evangélicos com potencial econômico? Jesus não fez a igreja para só produzir pregadores e compradores de mensagens de DVD. Frequentadores de congresso, aves migratórias, que de um lado para o outro, seguem os que aparentemente falam mais em línguas e sapateiam.

Estamos à porta de uma COPA DO MUNDO E DE MAIS UMA EDIÇÃO OLIMPÍCA. A oportunidade dada por Deus, para definir o rumo desse jogo que aparentemente estamos perdendo para as CERVEJARIAS e o CONGRESSO NACIONAL (os dois maiores atacantes da atualidade). A IGREJA BRASILEIRA PODE PATROCINAR NESSES PRÓXIMOS ANOS O MAIS MARAVILHOSO DE TODOS OS ESPETÁCULOS, e isso, não vem de nós, é dom de Deus. Para mostrar nas eras que estão por vir, a incomparável riqueza de Sua graça, manifestada em Sua bondade para conosco em CRISTO JESUS. Mas, se isso não acontecer assim, pelo menos teremos depois de tudo os pobres. O difícil será decidir quem são os pobres e quem são a igreja.

Lenon não sabia o que era imaginar.

Ney G. Ferreira – INVERNO de 2010.

"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10

"Se não estivermos dispostos a ajudar uma pessoa a vencer suas falhas, há pouco valor em apontá-las".

 (Robert J. Hastings)

 

 
 

 




FIQUE MAIS PROTEGIDO ENQUANTO FAZ DOWNLOADS INSTALE GRÁTIS O INTERNET EXPLORER 8.

Postagens mais visitadas