ONDE ELE HABITA.


ELE SEMPRE HABITA NO MEIO DA RIQUEZA.

 

"Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração".

(Mateus 6. 21 – NVI).

 

Numa leitura superficial a expressão "Segundo o coração de Deus" parece nos fornecer um atestado de perfeição. Falar de alguém com essas palavras nos trás ao entendimento um sentimento de superioridade. Mas, ser segundo o coração de Deus significa ser amado por ele, apesar de se ser imperfeito. Geralmente não contabilizamos nossos defeitos e instabilidades. Todavia, se contássemos, descobríamos que temos em igual ou até mais defeitos que Davi. "Apesar" de tudo, Deus amava Davi, e ele aprendeu "apesar" de tudo a também amar os outros. E foi amando "apesar" de tudo, que Davi se tornou no homem segundo o coração de Deus. Mas, é Paulo que melhor fala sobre essa expressão, ainda que indiretamente.

 

Davi era assim, sujeito as mesmas paixões que nós, todavia, seu coração se mantinha no firme desejo de ouvir e agradar a Deus, ainda que não conseguisse realizar tal sentimento todo o tempo. Paulo viveu tal coisa diante de Deus, e por isso, Deus também não desistiu dele. Por que ainda que ambos tivessem cometido grandes pecados, em seus corações, desejavam fazer a vontade de Deus, e por Ele serem conhecidos. Ser segundo o coração de Deus é ter "apesar de tudo" um coração desejoso por fazer e viver a vontade de Dele. É apesar das lutar, manter o sentimento original. Paulo deixou isso claro ao falar da miséria que é gerada pela luta entre a carne e o espírito. Muitas vezes sentimos a verdade em nós, ao desejar um bem que não conseguimos realizar. E realizar um mau que não planejamos fazer.

 

Muitas pessoas fazem coisas boas por motivos exteriores, e isso não proporciona a Deus uma habitação; só satisfação da carne. Deus, que não habita em templos feitos por mãos de homens, busca lugar de descanso onde os homens sentem prazer em Sua presença. Isso é, no coração. Os desejos do coração são os mais importantes para Deus, pois Ele, não vê como vê o homem. Ele vê apesar de tudo, o desejo que de fato norteia a vida. Somos guiados pela busca da felicidade, e o prazer é em longo prazo a melhor e mais confiável de todas as bússolas. Logo, é certo dizer que se colocamos nosso prazer em Deus, o pecado deixará de em certo tempo nos dominar. E esse calculo é medido pela intensidade do prazer que sentimos pelas coisas de Deus. Sob essa verdade João diz que quem ama a Deus não comete pecado. Isso é, não sente prazer em seu coração no pecado. Por causa dessas coisas, afirmamos que Deus não busca pessoas bonitas e perfeitas, mas aquelas que sentem prazer em Sua lei. Que apesar de suas deficiências, buscam agradar a Deus em sinceridade.

 

Ney G. Ferreira – Inverno de 2010.



O INTERNET EXPLORER 8 DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA VOCÊ SAIBA MAIS!

Postagens mais visitadas