[1. 26] CHÃO DE APÓSTOLOS.


02/09/2003
COLOSSENSES. O QUE VOCÊ DEVE SABER.
(sobre troca de valores).

 "O mistério que esteve oculto desde todos os séculos e em todas as gerações e que, agora, foi manifesto aos seus santos".           (Col 1. 26 - VRC).

             Há na vida com Cristo, um poder capaz de nos levar até a sofrer, e isso, por vontade própria. Sim, eu quero sofrer e sofro. Pode parecer redundante, mas é isso que Paulo deseja. Por todos os cantos de sua carta, Paulo tenta dizer a mesma coisa.
            Nas igrejas de um modo geral, impera um Cristianismo superficial, resultado de uma falta de busca por conhecimento Bíblico. Conhecimento esse que surte efeito mediante aplicação pessoal. Somos transformados pelas informações que possuímos; que possuímos! Pois muitas pessoas ao virarem a esquina da rua de suas igrejas esquecem a mensagem que foi pregada e a letra dos hinos que foram cantados; LAMENTAVELMENTE!

            Toda essa superficialidade tem levado uma boa parte da Cristandade a se voltar para as coisas do mundo, em busca de prazer e diversão (danceteria e motel gospel, cerveja sem álcool, cigarro sem nicotina, pecado sem morte). Durante quarenta anos o povo de Israel comeu o maná que descia do Céu, uma coisa sem nenhuma beleza estética, mas que saciava a maior parte da fome do povo. E o Verbo ainda não havia se tornado carne, mas agora conhecemos a Deus, na pessoa de Seu filho, que revelou ao mundo Seu Caráter e Integridade. Isso sacia totalmente minha fome e sede de justiça. Mas para quem não conhece o Pão que veio do Céu, nada satisfaz. Paulo se esforça para mostrar uma maneira melhor de se viver, ele quer apresentar Cristo integralmente aos homens, como alimento, prazer e lazer, enfim, um Cristo satisfatório. Qualquer forma de misticismo e crendice mostra que nesse lugar, Cristo não é verdadeiramente conhecido. Paulo propõe com sua vida, uma troca de valores. Ele não deseja somente um abandono das coisas mundanas; só isso não resolve nada. Nosso problema na verdade é falta de conteúdo, e é isso que ele se propõe a nos oferecer. Veja que todo o esvaziamento que Paulo sujeita a si mesmo é para conhecer a Cristo, e não apenas porque o mundo é mal.
            Por essa forma infinita de prazer (Cristo), Paulo era capaz de dar sua vida, ainda que por morte violenta. Realmente ainda há muita coisa a se conhecer em Cristo, Coisas essas que mudam nossos hábitos e valores, desejos e pensamentos, atitudes e reações. Esse Conhecimento é capaz de apresentar qualquer homem perfeito diante de Deus, e esse conhecimento é Cristo. Que em nós, é capaz de revelar ao mundo a Glória de Deus, sim, Cristo em vós, esperança da glória.

   Como nos diz Oséias: Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor! (6. 3). 

Postagens mais visitadas