POESIAS - RARIDADE DE 13 ANOS.



POUCO TRABALHO.

Trabalha mais do que eu
Quem quer tudo e tudo ver
Te convencer do errado
É tirar o melhor de você

Trabalha mais do que eu
Quem se veste de cordeiro
Que detesta o ladrão
Mas, adora o cativeiro

Trabalha mais do que eu
Vestido de anjo de luz
Seu trabalho é perder
As almas ganhas pra Jesus

Trabalha mais do que eu
Do mais novo até o velho
Ele soa a camisa
Pra deturpar o Evangelho

Trabalha mais do que eu
O amanhã lhe dá pavor
O seu gado só engorda
Acima do olho do Criador

Trabalha mais do que eu
E isso eu não posso negar
Aceitar a Jesus Cristo
É não precisar trabalhar

Trabalha mais do que eu
O que se acha o maior
Fazer tudo dar errado
É o que lhe faz melhor

Trabalha mais do que eu
Quem ao homem desatina
O seu ramo predileto
É o ramo de oficinas

Trabalha mais do que eu
Quem vive de maldade
Basta a guimba de um cigarro
Pra incendiar uma cidade

Trabalha mais do que eu
Quem não tem mais salvação
Ele transforma morte em prazer
E carnaval em procissão

Trabalha mais do que eu
Quem detesta Barrabás
Pois um homem lhe tirou tudo
E o deixou chorando pra trás

Trabalha mais do que eu
Quem gosta de ser esquecido
Enquanto o mundo o esquece
O que lembra é perseguido

Trabalha mais do que eu
Quem cauteriza o coração
Que faz o homem de mulher
Passar por grande humilhação

Trabalha mais do que eu
A semear a sua mágoa
Qualquer motivo pra ele
É tempestade em copo d' água

Trabalha mais do que eu
O especialista em feridas
A sua função é convencer
Que o suicídio é a saída

Trabalha mais do que eu
Com rebolado e tchatchatchá
Quem o segue nessa dança
Nunca pára de dançar

Trabalha mais do que eu
Quem do mundo é algoz
Mas eu digo ao povo Cristão
Maior é o que está em nós

Trabalha mais do que eu
Quem tem tudo no papel
Que abre as portas do inferno
E fecha as portas do céu

Trabalha mais do que eu
Quem tem títulos variados
Pra uns príncipe da Pérsia
Pra outros, fim dos desviados

Trabalha mais do que eu
Pra quem agora tudo é tarde
Pelo infinito amor de Deus
O Verbo se fez carne
E amor em nossas vidas
É o que trás a esperança
E o que sara as feridas
É o anjo da aliança
E a salvação de nossas vidas

Eu estou a esperar
O que Cristo prometeu
– Que com ele irei julgar –
O que trabalha mais do que eu.
 

(Por Ney Gomes – 14/12/1997).



 

Postagens mais visitadas