POESIAS - INFÂNCIA NACIONAL.

 

INFÂNCIA NACIONAL.

 

Nos finzinhos de tarde Ele se debruça na sacada e depois dá alguns sorrisos.

– O que tira Dele essas gargalhadas tão espontâneas. Pergunta o anjo Gabriel a Jesus.

– Meu Pai vai ali todas as tardes, depois dos concertos, ver suas crianças.

Meio sem jeito, Gabriel pergunta: – Que crianças são essas?

– As crianças brasileiras! Ele adora vê-las brincar com seus títulos divertidos.

Quando elas crescerem – disse Ele – vão transformar o mundo.

 

(Ney, 08/10/2010).

 

 
 

 

Postagens mais visitadas