[3. 1] O GRÃO PRECISA MORRER! (Jo 12. 24)



18/04/2003.
COLOSSENSES. O GRÃO PRECISA MORRER! (Jo 12. 24)

"Se vocês foram ressuscitados com Cristo, procurem as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus".
(Cl 3. 1 - Edição Pastoral Católica)

            Não vejo nenhum assunto mais importante na Bíblia, do que a morte de Cristo. A morte de Cristo deixa marcas profundas no dia-a-dia de Sua igreja, quando nos entregamos a essa realidade, damos a Deus a oportunidade de fazer em nossa vida a Sua vontade. Se conformar com Cristo em Sua morte, deveria ser a glória para os Cristãos. Confesso que para muitos é, mas para outros, impossível! Tudo o que faz diferença na vida do crente e da igreja, começa após sua morte para o que não faz diferença. Sua falta de "conformidade" com o mundo deixa sua vida e sua mentalidade a disposição de Deus. Isto é, o Oleiro Celestial fica livre para trabalhar em nós com a "forma" que deseja. Além do mais, a morte de Cristo, inaugura uma série de transformações na humanidade e na vida dos que creem. Quando o crente morre, a um resgate dos verdadeiros valores no ato de sua ressurreição. O Dr. W. Nee, diz que ressurreição é a vida que passa pela morte e continua a existirA morte purifica a igreja todos os dias, e revela para Deus, o que em nós realmente faz diferença. Uma liderança que Deixa de morrer, é uma liderança carnal, uma liderança que deixa de se conformar com seu Senhor, que deixa de ter "novidade de vida", que deixa de ser "canal" de Deus. Mas uma liderança que nunca morreu é diabólica. Está aliada ao diabo, que é pai da escuridão e amante da carnal-idade. A igreja é a liderança de Deus na terra, cada um de nós é líder em sua casa, trabalho, comunidade, ou seja, lá onde estivermos. Tiago em sua Epístola aceitou a possibilidade de uma comunidade "Cristã" ser de certa maneira dirigida, ainda que temporariamente por uma mente carnal e diabólica. Pensar em não morrer diariamente já se torna perigoso para nós, devido ao fato de estarmos nos últimos dias. Em seus conselhos práticos aos Colossenses, Paulo entra logo no ponto que faz toda a diferença na vida Cristã, ele fala a entendidos, àqueles que compreendem que é necessário morrer para o mundo, e dessa maneira, conhecer o poder de transformação da ressurreição. Só é feriado na sexta, porque Cristo ressuscitou no Domingo, trazendo uma nova modalidade de vida e mentalidade. Hoje, para todos é o feriado na Sexta, mas poucos descansarão naquele domingo pela manhã.  

"Quero assim, conhecer a Cristo, o poder da sua ressurreição e a comunhão em seus sofrimentos, para tornar-me semelhante a ele em sua morte, a fim de alcançar, se possível, a ressurreição dos mortos".   
(Fl 3. 10 – E. Pastoral Católica).  

Postagens mais visitadas