[3. 10] VESTIDO PARA O PARTIR DO PÃO.

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                      23/08/2003.
 

COLOSSENSES. VESTIDO PARA O PARTIR DO PÃO.

(falando ainda sobre relacionamentos horizontais) 

"E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou". (Cl 3. 10 - VRC). 

Admitir que há benção na comunhão dos santos, é admitir que precisamos nos preparar para isso. Existe uma fonte inesgotável de vida e prazer na comunhão; e isso eu poderia te mostrar por todo o Novo Testamento. Não é segredo para ninguém que Cristo desejou que sua igreja fosse autossuficiente. Isso é, a igreja deve suprir a cota de amor e de cuidado que cada um precisa. A igreja é um lugar de cuidados especiais

Na vida Cristã a experiência legitima o conhecimento. Tudo o que sei se torna verdade quando pratico. Acreditando nisso, Paulo toma suas providências, para fazer de Colossos um lugar onde os santos são abençoados abundantemente.

O primeiro passo de Paulo foi estabelecer um padrão a ser alcançado: - Cristo!   

Jesus é nosso espelho ideal. Nele encontramos a imagem perfeita. Nele estamos com a imagem que agrada a Deus. Não temos nenhum valor de igual interesse para nos orientar nesse objetivo (3:2, 3). Ninguém pode construir se não souber o que quer de sua construção e qual sua finalidade. Segundo, nessa construção é importante todos começarem pelo básico. E o básico é si mesmo. Antes de qualquer avaliação, eu me avalio, se vou cobrar atenção de minha igreja, tenho que ser capaz de ser atencioso, se desejo relacionamentos verdadeiros, tenho que ser capaz de não mentir. Tenho que tomar providências para ser o que desejo dos outros, sem me preocupar de fazer disso uma obrigação para eles, caso contrário falho em minha caminhada. A característica mais forte de Cristo era sua visível capacidade de relacionar-se bem com pessoas difíceis, sem dificuldade para isso. E o ponto mais forte da igreja é viver esse amor que ele nos deixou como herança obrigatória. Cristo deseja estar entre sua igreja, mas Ele sabe que se não conseguirmos nos amar, jamais o amaremos. João diz:

 "...Pois quem não ama seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?.."

 (I Jo 4. 20, 21).

O desejo de Deus é que O encontremos nos relacionamentos horizontais. Porém para isso os preparativos são muitos e constantes. O Sacro escritor de Hebreus nos diz que Cristo participa ativamente da comunhão: "Anunciarei o Teu nome a meus irmãos, cantarte-ei louvores no meio da congregação". (Hb 2. 11, 12 – Sl 22. 22). 

 Jesus está na comunhão que seu povo promove, e isso é o ponto mais espiritual da vida e da igreja Cristã. Falamos de amor fraternal, e isso é excelente. Para Paulo, algo que permanece para sempre (I Co 13. 8). À igreja mais esotérica de sua época, Paulo apresenta o caminho mais excelente, o caminho da comunhão, um caminho seguro para encontrar Cristo em sua plenitude. Apesar de Cristo se encaixar num padrão de sonho de donzela. Do tipo cavalo branco, com um reino e felicidade eterna. Ele é real e sua realidade já esta traçada e confirmada. Seu ideal não é uma igreja sonhadora, sei ideal é uma igreja que sonha e realiza. Cristo jamais cairá do cavalo, mas sua igreja corre o risco de cair da cama achando que avivamento cai do Céu.

                                             Avivamento é a pratica constante da comunhão.            


Ney Gomes.
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10

 

Postagens mais visitadas