[3. 16] OS PODERES QUE VEM DA PALAVRA.

COLOSSENSES. OS PODERES QUE VEM DA PALAVRA. 

 

Lucas, ao escrever o livro de Atos dos Apóstolos, nos faz pensar no tipo de relacionamento que levamos com Deus hoje. Atos esta cheio de expressões que para nós, moderninhos, pode soar estranho, como por exemplo: "Poderoso nas Escrituras" (Logos. At 18. 24). Lucas admite que na vida Cristã, há espaço para pessoas poderosas nas Escrituras!

De certo, Lucas aprendeu isso com Paulo, que aprendeu com Cristo, que é Deus! 

   "Que a Palavra de Cristo habite em vós abundantemente". (Cl 3. 16 - VRC). 

            Há espaço para pessoas poderosas, não para todas poderosas. Todo Poderoso, só o Senhor nosso Deus! Não consegui definir um padrão para "poderoso nas Escrituras", mas penso que é alguém que ao falar sobre o inferno, faz a igreja sentir o cheiro de enxofre. Alguém que faz as pessoas se aproximarem de Deus, ao falar sobre Ele. Quando Paulo e Lucas falam sobre as Escrituras, sei que estão falando da palavra grega logos  Isto é, a totalidade das promessas de Deus, a expressão de Seus pensamentos, a vontade eterna de Deus para a humanidade. O que Deus deseja em todos os tempos e para todos os homens. Logos é a Palavra! Mas uma Palavra que se acontece quando quer. Por exemplo, a Palavra "se fez carne". Cristo, o Verbo de Deus, não foi feito homem, Ele se fez homem. Logos é o poder de uma eternidade, existindo num espaço de tempo. Um desejo do coração de Deus, para todos os homens, em todos os séculos.

Porém ser "poderoso nas Escrituras" não é só conhecer o logos (no sentido letra), ser poderoso nas Escrituras é viver com toda a potencialidade da Rhema (também do gr. que sig. palavra), "que é o poder do logos que opera no agora", enfim, é tudo aquilo que Deus deseja cumprir em sua vida hoje! É a vontade de Deus para o presente. Logos nos diz o que Deus fez, e com quem fez. Mas Rhema nos diz o que Deus faz, e com quem vai fazer. Rhema não é profecia e nem revelação. Rhema é intimidade com Logos (Agora nos dois sentidos). Rhema é a promessa comunicada ao espírito pelo Espírito. Não há rhema sem logos. Rhema é a única fonte de revelação da Vontade de Deus "inquestionável", pois só pode sair da Palavra escrita. Paulo não queria que os Colossenses vivessem uma vida confusa, cheia de visões e sonhos que não produzem crescimento. Aqui Paulo deseja que eles sejam poderosos nas Escrituras, para viver a plenitude da vida Cristã. Numa analogia simples, entendemos o que rhema: A Bíblia diz em Apocalipse (12), que o diabo ao cair do Céu, arrastou com ele, uma terça parte dos anjos do Céu. Quando a rhema sai de dentro do logos, ela vem trazendo não a terça do seu poder, mas todo ele (Hb 4. 12). Rhema é eficaz, isto é, tem toda a energia (Gr. energes). O discipulado Cristão necessita para ser bem sucedido, de nossa compreensão sobre esse assunto; como os antigos compreendiam (At 19. 20). Não podemos, nem devemos regular nossas vidas por profecias ou revelações, apesar de elas serem bem úteis como instrumentos, nessa laboriosa caminhada nossa (I Tes 5. 20). Rhema nunca deixa as profecias morrerem, mas quem já experimentou seu poder, jamais se confunde em suas escolhas (I Co 13. 9, 10). Uma igreja que ama Palavra e que presa por seus mestres, será automaticamente uma igreja prospera. No meu conceito uma igreja prospera é uma igreja que acompanha Cristo em Seus desejos. É uma igreja que tem condições para estar ao seu lado, que fala a mesma língua, tem o mesmo padrão e os mesmos hábitos (de santidade). Um casamento que acontece entre pessoas com iguais condições sociais, da mesma esfera. A Celeste.   

17/09/2003.

Postagens mais visitadas