[4. 7- 9] GARANTIAS, VALORES E DINHEIRO (2010).

21/09/2010.

COLOSSENSES. GARANTIAS, VALORES E DINHEIRO.

"Tíquico lhes informará todas as coisas a meu respeito. Ele é um irmão amado, ministro fiel e cooperador no serviço do Senhor. Eu o envio a vocês precisamente com o propósito de que saibam de tudo o que se passa conosco, e para que ele lhes fortaleça o coração. Ele irá com Onésimo, fiel e amado irmão, que é um de vocês. Eles irão contar-lhes tudo o que está acontecendo aqui".

 (Cl 4. 7- 9 – NVI).

De forma constante Paulo corria perigo de morte, e há os que afirmem que por conta disso, é que ele, de próprio punho assinava no fim de suas cartas [II Tm 3. 11]. Para dar garantia de que até aquele presente momento estava vivo [II Ts 3. 17]. Ele precisava fornecer essas provas, por que entre outras coisas, sempre solicitava oferta às igrejas. Para o fim de financiar as suas viagens e o discipulado constante que fazia com alguns homens. Sabemos que as ofertas não eram frequentes, mas quando arrecadadas, seu volume era generoso. Por causas dessas coisas, sempre se preocupava em dar informações sobre o que fazia e qual o custo desses feitos.

Dono de um sentimento raríssimo aos homens de Deus desse presente tempo, fazia questão de divulgar tudo o que realizava e gastava. E tinha certeza absoluta, que com isso, a igreja em muito ia se alegrar (v. 8). Quando Onésimo voltou, os colossenses não tiveram dúvidas sobre a assinatura no fim da carta. Aquele era Paulo, e ele estava mais vivo que nunca. Onésimo era a assinatura de Paulo, e a sua maior prestação de contas naquele momento. Diante da figura de Onésimo, e de seu semblante agora modificado, o que mais podia se falar sobre Paulo e sua lisura. É certo que Tíquico ficou sem muito para dar contas. E sempre foi assim, através das pessoas, que ele dava garantias de vida e razão de suas atitudes ministeriais. Falando abertamente sobre si, podia falar abertamente aos homens. E mesmo quando não estava presente, encontrava um modo de ser transparente e franco.

Se ele soubesse que hoje existem pastores "laranjas"; com contas em paraísos fiscais; com dinheiro transformando em imóveis no exterior; em conta conjunta com a igreja e donos de redes de televisão, certamente faltaria Mileto para ele chorar [At 20. 17- 38].

 
 
Ney Gomes.
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10

 

 





Postagens mais visitadas