[4. 17] COLOSSENSES. NA DIREÇÃO DEFENSIVA.

COLOSSENSES. NA DIREÇÃO DEFENSIVA.

"Também dizei a Arquipo: Atenta para o ministério que recebestes no Senhor para o cumprires." 
(Col. 4: 17- VRA).

Em todas as épocas, qual o elemento que faz um ministério ser bem-sucedido? Unção? Fogo? Poder? Presença? Berço? Busca? Afinal de contas o que é!?

Dentro de uma igreja você encontra pessoas que tem potencial em extremo, para a obra de Deus, mas que muitas vezes, não passa disso; potencial! Vivemos num Reino de promessas, algumas cumpridas, outras esperadas, mas em sua essência, são promessas.

Paulo parece conhecer o elemento que torna um ministério bem-sucedido – Atenção –.
Paulo lembra a Arquipo que é preciso atentar para seu ministério. Isto é, não se desviar para nenhum outro plano, como vemos demais hoje em dia. Com a palavra "profética" em moda hoje em dia, as pessoas acham que não vale mais a pena ter nenhum outro dom há não ser o "profético". Tudo hoje é "profético": Louvor, Dança, Palavra, Ministério, Família, enfim, breve teremos cantina "profética e livraria "profética". Um potencial tremendo tem sido jogado fora, dado o fato de haver uma desvalorização de todo o resto dos Dons que Deus têm para dar a igreja. Devemos seguir o conselho de Paulo, e olhar para nós mesmos, buscando o dom que há em nós. Levamos muitas vezes, pessoas a amar o que há nos outros e repugnar o que há em nós (como se isso fosse de Deus. Compre fitas de Silas Malafaia e Lagoinha e odeie seu pastor e o ministério de louvor de sua igreja). Epafras era um bom obreiro, mas Arquipo não era Epafras.  

                           Arquipo deveria atentar para as qualidades de seus dons espirituais.

Talvez Arquipo tivesse dom de "servir". Acredite, muitas vezes só reconhece o dom, quem o tem (falo por experiência própria). De fato, não é um dom visado, mas é através dele, que a obra caminha. Se não houvesse pessoas para servir, não haveria pessoas para mandar. Quem tem dom de servir, tem grande dificuldade de ser desobediente; são aquelas pessoas que não se importam de serem as últimas a sair da igreja com o pastor. Não contabilizam horas perdidas e sim, tempo de "serviço". Quanto sofre a obra com pessoas querendo ser o que não são. Quando Deus nos chama, vê o que somos no íntimo e não no queremos ser no exterior, deveríamos como Deus, atentar mais para nós mesmos, se queremos ser usados por Ele.

20/11/2003.
Ney Gomes.
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10

Postagens mais visitadas