[4. 18] COLOSSENSES. CRISTO SEM FANTASIAS [Penúltimo].

23/11/2003.

COLOSSENSES. CRISTO SEM FANTASIAS. 

"... Lembrai-vos das minhas algemas. A graça seja convosco". (Cl 4. 18 – VRA).

Infelizmente o que vou lhes dizer é verdade: Para a desgraça do Cristianismo, muitos doutores e leigos tem pregado um Evangelho de faz de contas. Aquele onde tudo é perfeito, onde Deus tem sempre pressa de te responder, onde seus pecados não têm conseqüências e você nunca precisará ser santo e devotado a Deus. Pessoas que não são ensinadas a viver ao sabor do acaso, a contar com os efeitos dos pecados alheios. Temos encontrado um cristo de mentirinha, senhor de um reino encantado em nosso meio. Se há perguntas ainda hoje sem respostas, prefiro ficar com Cristo. Não tenho que saber tudo, entender tudo, ter respostas para tudo. Só devo saber que meu Senhor morreu por mim, e que eu devo também morrer por Ele (Jo 15. 13).

         Claro que Cristo salva, cura e liberta, claro que Ele é a Salvação. Não é isso que está em debate, mas sim como vendo essa idéia. Está na hora de começarmos a reler a Bíblia. A pressão dos problemas tem levado as pessoas a venderem um deus rápido e barato, enfim, um deus popular! Isso não é discipulado, isso é estupidez. Pois quem não encontra satisfação pelo que pagou, reclama com razão. "O meu Deus não é um produto", e suas soluções vêm de acordo com sua presença. Deus só abençoa o que Ele mesmo faria se estivesse em nosso lugar. Quantas vezes Jesus se esquivou de responder perguntas desnecessárias? O Evangelho veio trazer salvação ou satisfação? Jesus mesmo diz ter sido ungido para uma missão especifica, com sentido de limitação (Jo 3. 16), reconhecida até por quem na época tinha pouca percepção de quem é Deus (At 10. 38/Lc 4. 17, 21). Não tenho pressa em fazer discípulos, tenho pressa em falar de Jesus, pois não posso convencer as pessoas de seus pecados, e de seu conseqüente juízo (Jo 16. 8).

Jesus não é uma máquina de reciclar velhas esperanças, Ele é Deus, o Caminho, a Salvação.

Jesus é a verdade, e o prazer é o subproduto de quem esta em Nele. O importante mesmo é estar em Jesus e na sua vontade; esse é o produto final de um discipulado perfeito – suficiência em Cristo. –

Fiodor Dostoievski disse certa vez: "Se alguém me provasse que Cristo não estava na verdade (...) então eu preferiria permanecer com Cristo a permanecer com a verdade".

Para alguns de nós o importante não é ser feliz, nem ter dinheiro, nome, fama, saúde ou qualquer outra coisa que nos faça estar em evidência ou bem. Para alguns de nós (cujo eu não ouso me incluir) o mais importante é estar em Cristo, seja qual for o lugar (ainda que seja ridículo). É isso que deve ser ensinado, pregado e vivido. Agradeço a Deus pela vida de pessoas como o Apóstolo Paulo, por não nos deixar esquecer que o mais importante da vida é estar em Cristo, seja qual for o lugar que venhamos a nos encontrar "temporariamente" na terra (entre a liberdade e Cristo, Paulo escolheu Cristo, pois Seu amor é muito melhor! Fl 1. 23).

 

Ney Gomes.
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10
 

Postagens mais visitadas