C. de Eliseu - Sem Muitas Respostas.

Comentário 02.
SEM MUITAS RESPOSTAS.

“Depois pegou o manto de Elias, que tinha caído, e voltou para a margem do Jordão. Então bateu nas águas do rio com o manto e perguntou: "Onde está agora o SENHOR, o Deus de Elias?” Tendo batido nas águas, elas se dividiram e ele atravessou”. 
(II Rs 2. 13, 14 - NVI).

No mundo – assim como gente – existem muitas respostas medíocres! E é bom sabermos disso, para não trocarmos nossas dúvidas relevantes por elas (Mt 16. 13, 16). Quando começamos algum ministério, temos certeza de sobra do que queremos (definimos isso como chamado), mas Eliseu só tinha uma pergunta, quando aceitou a liderança profética em Israel. Mas a pergunta de Eliseu revelava um conhecimento profundo do caráter de Deus.
Como ajudante de Elias, presenciou por diversas vezes o modo como Deus lhe dava com o profeta. Ele conheceu o amor de Deus, Sua longaminidade e Seu interesse. Num mundo de divindades tão impessoais, Eliseu viu Deus presente na vida de Elias (Jeová - Shammah).
         Elias já havia demonstrado diante do povo que outros deuses como Baal, não estão presentes na vida de seus adoradores (I Rs 18. 27). Deus é muito mais que o Senhor do universo, Ele é o Deus de nosso universo particular, Ele é um Deus pessoal (El-Eloé-Israel). Eliseu conseguiu captar essa verdade olhando a vida de Elias com Deus. Ele aprendeu que com cada um Ele tem um relacionamento único e particular. O desejo de Eliseu revela também que Elias teve um relacionamento corretíssimo com Deus, assim como Jesus também o teve, e como Elias, o demonstrou. Jeová é Santo, Santíssimo. E Eliseu se encantou em ver como Deus usa Sua santidade para lhe dar com os homens e seus dilemas (Jr 29. 11-13).
         Onde está o Deus de Elias? Essa é uma boa pergunta! Com essa pergunta Eliseu iria responder a todas as dúvidas do povo de Israel.

Ney Gomes."Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10

Postagens mais visitadas