Poesia - O Poder do Querer.

O PODER DO QUERER.

 

Ouçam-me profetas! Ouçam-me oráculos!

Ouçam-me videntes! Ouçam-me adivinhadores!

Sei o dia e o modo como vou morrer. Mas talvez até lá, não goste da morte que terei.

Pois cada dia trás à alma um gosto diferente. Talvez nesse dia, eu nem queira morrer, pois a gente não quer a mesma coisa todos os dias.

 

Ney - 09/11.

Postagens mais visitadas