Poesia - Apóstolo Teló

Ah! Virtude. Por que fazes assim?

Persigo-te, te venero, te busco sem fim

E ainda sim, corres de mim!

Ai se eu te pego!

Ai, ai, ai, se eu te pego!

 

 

 
 
Ney Gomes.
"Teólogos escrevem sobre Deus. Mas quanto aos poetas, só Deus sabe!"

 

Postagens mais visitadas