Poesia - DEUS.



DEUS.

Da palha dos tijolos do Egito
Nos entardeceres inigualáveis dos verões
Na lama fértil do Nilo
Nas cores primárias da primavera
Na força dos cânticos de Israel

No olhar atento das crianças as folhas que voam pelo vento
Nos troncos dos Cedros do Líbano
 
No movimento constante dos grãos de areia do deserto
que em suas dunas criam montes imponentes
Nas muralhas que cercam Jerusalém
Na pedrinha deformada que lançada ao lago
faz círculos perfeitos sobre sua face plácida

Ao passarinho caído da árvore que aquece sob suas frágeis asinhas
Toda essa força que a vida tem
A vida está onde você consegue a sentir.


(Ney Gomes – 11/09/1997).

Postagens mais visitadas