Foto. Cuidado com a Igreja Turística dos Últimos Dias.

"Porquanto os cidadãos de Atenas, assim como todos os estrangeiros que ali viviam não se preocupavam com outro assunto senão falar e procurar saber as últimas novidades". (At 17. 21)

 

Obs: Jesus ama os ciganos. Mas não a "ciganice evangélica".

"No Mundo dos Atenienses se uma coisa era boa, ela não durava muito. Estavam sempre atrás de uma palavra nova, um pregador novo, uma canção nova, um cantor novo. 
Era necessário ter sempre mais um Deus e mais um altar (Ez 14. 3, 4). Nada era bom o suficiente para ser apreciado por algum tempo. 
Ao Deus eterno, que não muda nunca e não se renova, deram-lhe o nome de Desconhecido. Ele já estava há tanto tempo ali que eles nem lembravam mais de Seu verdadeiro nome. Estavam tão concentrados na novidade que rapidamente o velho perdia o valor e a identidade".

http://graosdeentendimento.blogspot.com.br/2009/04/c12a-ditadura-da-novidade.html

 

Postagens mais visitadas