Devocional - Um Novo Tempo Para Ana (I Samuel 1).




"Pela fé, Ana transformou o seu coração no lugar improvisado, 
onde Deus apresentou Seu espetáculo de Despertamento Espiritual 
para um Israel que estava nos primeiros acentos da escuridão"
(Hebreus 11. 32b - Bíblia Versão da Minha Cabeça)

SINCRONIZADOS COM O TEMPO DE DEUS.

“Então ela seguiu seu caminho, comeu, e seu rosto já não estava mais abatido”. (I Sm 1. 18b – NVI).

Um sacerdote que como pai não conseguia disciplinar; dois sacerdotes que como filhos não conseguiam obedecer; santificar-se. Os 4 primeiros capítulos de I Samuel nos contam a história de como 3 personagens podem bagunçar a vida espiritual de um povo. Com essa história a Bíblia nos apresenta o perigo da “iniquidade”, que é injustiça. A maldade, a injustiça, que é iniquidade atrasa o relógio que existe em nosso coração. Um mecanismo feito por Deus para estar em sincronia com o “tempo Dele”. Por que a “luz do lugar santo” estava apagada, a maldade de Penina acontecia ano após ano; sem cessar, sem pudor; sem igual. E quando expostos a uma fonte de injustiça, nosso relógio se atrasa, como o de Ana. Não havia correção, medo de castigo, medo de juízo. Penina oprimia Ana, sem compaixão. Ana e Penina figuram o que acontece “com o povo” quando o templo está vazio de Deus. Os homens fazem tudo segundo seu coração (Nm 15. 37- 41). Quanto mais iniquidade, mais afastado ficamos do tempo de Deus! (Mt 24. 12). Justiça é assunto de fé. Pela fé é que se pratica a justiça que agrada a Deus (Hb 11. 33). Jesus disse que a “nossa” justiça deve exceder a do mundo (Mt 5. 20). O esfriar da fé sempre se dá quando nos expomos a uma fonte qualquer de iniquidade; injustiça. Se nos afastamos dela e nos aproximamos de Deus, como fez Ana, logo nosso relógio encontra “sincronia” com o tempo de Deus. A igreja (templo) é o lugar que Deus determinou para a sincronização de nossos tempos ao de Deus. Sem templo os homens vivem muitas “horas loucas e perigosas” na vida.
Ana “acertou” o tempo de seu coração ao tempo de Deus. Fez isso quando decidiu desprezar a afronta (Hb 12. 2) e se apegar a esperança. A igreja (templo) serve a esse propósito: Ensinar-nos a sincronizar nossos mecanismos. Os sacerdotes se perderam na presença de Deus e estavam prestes a perder a “presença Dele” (Arca) para Seus inimigos (I Sm 4. 13 e 18). Não havia luz e vida dentro do santuário, era fácil se perder naqueles dias, tanto dentro quanto fora! Foi incrível que Ana tivesse encontrado algo naquele lugar. Ao sair dali seu coração não estava mais atrasado pela tristeza, que era fruto da iniquidade de Penina (I Sm 1. 18). Ana não deixou a infecção do passado lhe adoecer e em seu coração "criou algo novo para Deus". Quando entramos na presença de Deus, os efeitos de tempos errados desaparecem de nosso emocional. Sai a tristeza, a angústia, a mágoa, a dor, o peso. Se entrarmos na igreja e sairmos ainda ruins, é por que nosso relógio não sincronizou ainda ao tempo Dele. Deveríamos então ter mais coragem e ficar na igreja pelo tempo necessário para alcançar tal verdade.
Quando sincronizamos com o tempo de Deus recebemos a leveza da fé. O coração fica livre para se entregar e se render ao impossível. Ana orou e teve uma ideia “louca”: Ofertar o que não tinha, pra ter o que não poderia possuir! Deus aceitou a sua oferta e de “seu nada”, decidiu criar algo que iria prosperar a vida espiritual de toda a nação de Israel. De onde nada poderia surgir Deus fez “um tudo novo”. Eitá Deus bom!
A fé transforma Deus em nosso inquilino. Por ela, Ele passa a morar em nosso coração; a usá-lo como palco de Seu amor e graça. Pela fé, Ana transformou o seu coração no lugar improvisado, onde Deus apresentou Seu espetáculo de Despertamento Espiritual para um Israel que estava nos primeiros acentos da escuridão. Aquele Sacerdócio era só uma capa de autoridade, por dentro, estava morto e fedido. Deus usou “a necessidade de Ana” para introduzir no templo “uma nova vida”. Depois de Samuel, nada seria como antes! Em sua oferta Ana trouxe vida ao altar. Ela reacendeu o fogo que jamais deveria ter se apagado. Por isso, se afaste da injustiça, da boca maliciosa e facciosa, não deixe de congregar e confessar o valor da igreja em sua vida. Não deixe o passado infeccionar seu coração. Ele é como uma ferrugem que faz engripar o mecanismo que nos coloca em sincronia com o tempo de Deus. O Espírito tem um tempo novo para você, entre nele agora!

Graça e Paz! Ney Gomes (em rascunho, 2014).
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10
http://www.portalebd.org.br/atualidades/reflexoes/item/2946-sincronizados-com-o-tempo-de-deus.html
 

           







Postagens mais visitadas