Identidade Pedro - Lógica Inversa e Maravilhosa do Evangelho.

http://graosdeentendimento.blogspot.com.br/p/blog-page_29.html




Identidade Pedro.
Lógica Inversa e Maravilhosa do Evangelho.

Quando te converteres, fortalece os teus irmãos!” (Lc 22. 32 – KJA)

É fácil de acreditar em outros quando eles têm sucesso.
É fácil ouvir uma pessoa quando ela fala do topo da pirâmide.

Mas o Evangelho não segue essa ótica. Jesus olha para um Pedro fracassado e vê nele o sucesso de “um dia seguinte”. Por que aprendemos com Jesus [e na lição de Judas], que o sucesso está na vida; nas seguidas tentativas; em quem não se deixa intimidar pelo desconhecido (Jo 21. 7/Fl 3. 13, 14).

É fácil amar o “sucesso da proposta”, complicado mesmo, é amar a “proposta de sucesso”. O meu Jesus, em Sua imaginação profética, enxergava um homem “talhado” pelo Evangelho, a curto, médio e longo; longo prazo (II Tm 4. 11). O Cristianismo é uma proposta que dá certo no dia-após-dia; no hora-após-hora; no caminho (Pv 22. 6).

O sucesso do Evangelho está nos olhos dos homens que enxergam um futuro que o Evangelho pode transformar. Barnabé não invadiu a realidade do jovem Saulo. Ele o trouxe para a sua realidade, onde isso era a principal verdade de sua mensagem (At 9. 27). A igreja é a reunião das pessoas que creem nessa realidade. Pois isso, ela abriga os bandidos, assassinos, mentirosos, fornicadores, alcoólatras, drogados, adúlteros, corruptos e homossexuais. Pois ela [a igreja] vislumbra um futuro cheio de Evangelho e transformação!

O hoje de cada homem pouco importa. O passado não tem mais valor algum. Mas um futuro cheio de Evangelho cria novas e saudáveis possibilidades! (Mt 6. 33, 34) A maldita teologia da prosperidade nos ensina amar o homem que anda sobre as águas e a rejeitar o futuro daquele que afunda na mesma! Todavia, Jesus não pensa e age assim! (Mt 14. 31)

Precisamos ser profetas como Barnabé. Mas, o que mais encontramos é profetas como Samuel. Que amam a estatura pronta de Saul, e que não encontram entusiasmo em jovens como Davi (I Sm 16. 1). Deus ama e se interessa pelos “processos”. E o ingrediente principal desse, é o tempo (Hb 5. 12ª).

O Evangelho possuí uma lógica inversa e maravilhosa. Valorizando o homem quando ele nada tem; nada é. Dando-lhe um futuro antecipado em amor! Vislumbrando grandeza nos quadros mais concretos de vilania. O maior poder do Cristianismo é o Evangelho que antecipa a visão do que um homem pode ser em Deus! (At 9. 13- 15/Lc 22. 32)

Ney Gomes – 07/09/2014
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10


Postagens mais visitadas