Especial - Legitimados pelo Amor, parte II.

Antiga Roda dos Rejeitados.




LEGITIMADOS PELO AMOR 2.
[Comentário Apologético]



É claro que existe importância na maneira como se começam as coisas. Por isso, Deus criou o registro histórico. Para que novas gerações pudessem entender á luz do passado o que se deve fazer e não fazer na perseguição de um propósito. O 1º Livro de Samuel é uma caixinha de joias com duas coisas muito preciosas dentro: Samuel e Davi; dois gigantes da legítima autoridade espiritual.
Em dias como esses, em que muitos perseguem objetivos de forma inescrupulosa, é importante ler a história de Samuel e Davi, e ver, que apesar de distintos em suas identidades, compartilham de uma mesma operação na condução de seus destinos. Para Davi os “fins não justificavam os meios”. Não se pode chegar ao céu vendendo a alma ao diabo! Ele nos deixa isso evidente em sua recusa a matar Saul por duas vezes. O trono era seu, seria seu. Mas não chegaria a sua vida destruindo princípios sagrados (24. 6; 26. 9).

O que nos tem conduzido até o lugar que precisamos chegar? (Lc 4. 1) Quais são os valores que nos introduzem na presença de Deus? O sentimento que nos serve de cicerone é também o responsável pelo sucesso do que acontecerá depois (Pv 15. 16, 21, 24). Saul foi conduzido ao trono “ciceroneado” pelo sentimento de rejeição e ingratidão do povo a Deus (8. 7). E qual foi o seu fim? Samuel chegou à presença de Eli conduzido pelo amor e gratidão de sua mãe. Existem aqueles que não observam a santidade em seus propósitos e pagam um preço caro na alma por isso (Pv 13. 5).
Vivemos numa sociedade cheia de fraudes e “jeitinhos”. No entanto, Deus não sustenta a fraude em Sua presença (Pv 19. 5). E nem tão pouco permite que Seus santos planos aconteçam por meio dela [para sempre]. Alguns têm em seus ministérios o retrato do próprio suborno (Pv 17. 8 e 23). Um tabuleiro de Xadrez, onde se admite que seja preciso derrubar “algumas” peças para se ganhar o jogo. Ora, onde encontramos Samuel e Davi derrubando alguém para conseguir e continuar?

EM LEGITIMADOSPELO AMOR 1 e 2, estou chamando os amigos a uma reflexão sobre o valor das coisas que têm feito nossas vidas darem certo (Pv 15. 33; 18. 12; 24. 3). Tem muita gente dando certo e “sendo feliz” por meio de valores e decisões erradas! Qual fim teve o sacerdote Eli? Que nome teve a criança de Finéias? (4. 17- 21) Como terminou a vida de Saul? (31. 3- 5) É preciso de somente um pouco de tempo para entender a importância das coisas legítimas em nossa vida! (Pv 9. 17, 18; 20. 17)

Hoje, existem muitos altares e pouca legitimação. O que se vê? Uma geração desleal, golpista, oportunista e chantagista. Gente sem legado e cheias de visões! Começando qualquer coisa do nada e de qualquer maneira para se obter um qualquer. Fazendo de tudo para estar nos lugares que desejam, mas que não poderiam ocupar. Nos falta gente como Samuel e Davi, que chega ao poder pelo plano legítimo de Deus. Gente que não dá golpe e que não aceita maus feitos para se manter no poder. 

Que O Eterno [El-Olam] tenha piedade de nós nesses dias!


Ney Gomes - 25/02/2015.

"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10
 

Postagens mais visitadas