Sociedade - De Quando Deus Esteve no Rio de Janeiro.




DE QUANDO DEUS ESTEVE NO RIO DE JANEIRO.

Certo “causo” conta que Deus resolver visitar os povos do Brasil, para de perto lhe fornecer soluções cotidianas. Chegando ao Rio de Janeiro percebeu exuberante beleza, na fauna, flora, cultura, música e no povo. Povo charmoso, guerreiro e esperançoso. Percebeu Deus que faltava-lhes pouquíssima coisa para serem felizes de verdade! 

De uma bolsa que trazia junto a Si, cheia de pequenos frascos de vidros coloridos, Ele pegou um no qual escrito estava: “noção”. Deus percebeu que uma felicidade plena só aconteceria na vida dos moradores do Rio de Janeiro se eles usassem disso para escolher seus governantes. Então, cuidadosamente com um conta gotas, Ele pingou uma só vez. Era um líquido precioso, poderoso em sua presença mínima. Feliz por ter feito “mais esse algo” pelos fluminenses, Ele partiu apressado para as bandas do “sul”, preocupado com o inverno que logo chegaria.

Os cariocas, donos das terras que receberam a valiosa gota de “noção”, jamais acharam o lugar certo. Depois de muito tempo desistiram de procurar. Convenceram-se a acreditar que era possível ser feliz sem aquilo.
E é por isso, que por mais que o Rio de Janeiro seja palco dos mais valiosos, lindos e importantes eventos e espetáculos, seus moradores não conseguem a felicidade plena. Por que na hora de confirmar e concretizar a sua felicidade por meio de suas escolhas eleitorais. Fica claro e evidente que os moradores do estado do Rio não têm “um pingo sequer de noção” política.


Ney Gomes. Outono.
“Teólogos escrevem sobre Deus. Mas quanto aos poetas, só Deus sabe!”

Postagens mais visitadas