VESTIDO NA MODA DE DEUS.

VESTIDOS NA MODA DE DEUS.

"E tirou Faraó o anel da sua mão, e o pôs na mão de José,

e o fez vestir de vestes de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço."

(Gn. 41: 42 grifo meu – VRC).

Hoje eu ouvi um rápido estudo sobre algumas características da vida de José, e em meio a esse estudo eu viajei mais um pouco e vi uma coisa muito interessante.

Que José sempre teve problemas ao ser vestido por alguém. No início seu pai, lhe deu uma túnica como prova de seu amor, aquela túnica fazia de José alguém especial, distinto dos demais. Mas Deus não permitiu que José fosse apenas distinto, especial. Daí José foi vendido pelos seus irmãos para alguns mercadores que só negociavam com coisas de valor, para quem realmente tinha dinheiro. José foi parar na casa de Potifar, a graça de Deus estava sobre ele, ele era bonito e tinha presença. Novamente José ganha roupas que estão à altura do que ele realmente é; fiel e leal, qualidades que nem todos os seres que se dizem humanos sabem apreciar. Nesse caso se enquadra também a mulher de Potifar que só olhava para o fato de José estar na condição de saciar seus desejos e fantasias sexuais. Mas uma vez suas vestes fornecem provas para o forjar de mais uma mentira, José vai parar agora na prisão, onde nenhum tipo de veste sua é mencionada. Deus não queria que José fosse apenas fiel e leal.

Durante dois anos José só teve como vestimenta sua fé e sua humildade. Mas com muita segurança nos diz a Bíblia que diante da honra vai a humildade (Pv.18: 12 – 22: 4) e Deus estava costurando uma roupa muito bonita para José; vestes de honra. O copeiro lembrou-se de José e de seu pecado, relatou a Faraó que havia um homem capaz de interpretar sonhos (41: 9). O Faraó então solicitou a presença de José, que logo recebeu vestes que reafirmavam que ele era distinto, especial. Com muita fé e humildade ele interpretou o sonho de Faraó, trazendo-lhe então até mesmo a solução. Diante de suas palavras, Faraó percebeu que José era realmente fiel e leal, então ele lhe deu o governo de todo o Egito, sendo somente ele o maior. José recebeu roupas finas, roupas que demonstravam agora sua superioridade... Mas não aos homens, mas a dor da traição, do engano, da deslealdade, da malícia, do desprezo, do esquecimento (Lv.16: 4). As roupas de José revelavam que agora nada e ninguém podiam o tocar (Sl.105: 15). Agora José estava no centro da vontade de Deus, vestido por ele, com roupas bem mais especiais do que aquelas que os homens lhe deram (Gn.41: 42 - Col. 3: 10). Aprendi que só a roupa que Deus nos dá pode nos levar a fazer a verdadeira diferença, que as propostas de honra humana, muitas vezes nos colocam tão em evidência que as pessoas nos despem com os olhos. Deus nos veste de Seu filho, que é divino, santo, puro, honesto, leal, bondoso, amigo do bem, e verdadeiro (Ex.28: 2). É dele que temos que nos revestir se queremos viver na igreja e entrar no céu. As modas humanas passam e podem te colocar em sérios apuros (Ef. 4: 14), por conta disso, peça a Deus vestes de louvor, de paz, de adoração, de justiça (Ap.19: 11).

Não deseje a honra que os homens podem te dar, nem a posição que eles podem te colocar, tenha sempre certeza que em tudo Deus esta te abençoando. Santidade vale muito mais do que beleza e isso só Deus pode te dar. É melhor estar vestido com a simplicidade de Deus (Lc. 2: 7 – Et.4: 16/5: 1) , do que com a opulência do diabo (Lc. 4: 6 – At.12: 21), ou até mesmo com o reconhecimento humano (Gn. 3: 7 – 37: 6 – 39: 6). O homem pode até achar que se veste bem, mas a verdadeira roupa é espiritual e vem de Deus (Ap.3: 3, 18).

É isso que tenho a dizer!

Ney Gomes – 14/07/04.

Postagens mais visitadas