Poesia - Você Me Dá Sorte Meu Amor!

VOCÊ ME DÁ SORTE MEU AMOR!

Com um pouco de sorte a gente se desprende das margens da adolescência.

E com um pouco de sorte, nosso rio deságua no mar.

Os filhos nascem e com um pouco de sorte, a gente deixa de se amar com tanta força.

E se dedicando não tanto mais a isso, vamos amando mais outras pessoas.

E com um pouco mais de sorte, nos amando ainda menos!

Daí, a gente começa a descobrir o sentido que o amor dá as demais coisas.

Que a alegria de ofertar é que sustenta o sempre estar junto

Aí, a sorte não tem mais nenhum papel importante.

A gente já é feliz de verdade!

Nota do Marido.

Meu amor, parabéns pra você, nesse dia de hoje. Sou um homem

abençoado por ter encontrado você. Achei de princípio que era sorte, mas sorte é um momento que não produz felicidade e filhos como os nossos. Mas sei que é pura sorte, voltar para casa e ver que continua lá.

Nós te amamos! Hellen, Lincon e eu.

Postagens mais visitadas