O Aperfeiçoamento da Corrupção (2012).


O APERFEIÇOAMENTO DA CORRUPÇÃO (2012).

Bem fez JK em tirar a capital do Brasil do Rio de Janeiro. Nós há muito tempo atrás aperfeiçoamos a corrupção. Não é por acaso que a cultura fluminense reverencia o "bom malandro". Bom malandro é aquele que nunca é pego, descoberto. Daí vem à propina, o arrêgo. Propina, arrêgo, na verdade é o preço que se paga por ser pego, por "dar mole". Não adianta só prender o malandro otário, é preciso punir ele, confiscando "seus produtos". O bandido acha a sua vítima um otário, e a polícia quando prende o bandido acha ele um otário e assim, o ciclo se alarga. Na política, propina significa não ter condições por conta própria. A burocracia torna o cidadão muitas vezes, em alguém incapaz. Aí vem o político e resolve. O político pede um dinheiro por fora, por que ele consegue, e o cidadão não. Ele não vê isso como propina, ele chama isso de "de ser capaz, de assessoria".
Se a capital do país ainda fosse no Rio de Janeiro, é provável que estaríamos em situação igual ou pior a do Haiti. Nesse estado em particular, propina significa não ser capaz. Se você não for capaz, pague o preço para quem é. Nós pagamos um preço alto por sermos brasileiros, por que na verdade não somos. Pagamos para que alguém nos deixe sentir que somos. Seria pior se a capital ainda fosse aqui. Aí, você pagaria duas vezes. Uma para ser brasileiro e a outra para ser um brasileiro carioca.

Ney Gomes. 16/02/12. Rascunho
               "Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10


Postagens mais visitadas