Devocional - O Discipulado Perfeito IV. (João 1. 8)





O DISCIPULADO PERFEITO IV. – João Batista.

"João não era a luz, mas foi enviado para testemunhar da luz". (Jo 1. 8)
           
            É muito natural que por razões de “materialidade” aquilo que Deus faz seja confundido com nossas ações (Jo 4. 24). O Evangelho de João começa nos demonstrando isso, ao nos informar da confusão que havia na mente do povo sobre João Batista. Figura espiritual gigantesca de seu tempo! [At 19. 3, 4]

         Todavia, é o próprio João responsável por desfazer o mal-entendido. Ele começa isso com palavras e sentimentos, declarando abertamente não ser ele o Cristo (v. 20). A Glória de Deus é confortável por um tempo, mas nociva a alma humana, caso seja retida (Lc 4. 11). Quantos hoje lucram com a retenção dessa Glória em suas vidas? Deixando que os demais pensem sobre eles o que eles não são! [At 12. 21- 23]

         A História de Deus pode até ser confundida com a história dos homens, mas no que avança, o coração disciplinado, fruto de um discipulado perfeito, faz desaparecer a dúvida. No cap. 3 do Evangelho, João diz: "É necessário que Ele cresça e que eu diminua”. João sabe que nem o que planta, nem o que rega é alguma coisa (I Co 3. 6, 7). Somente Aquele que tudo faz crescer é digno! Sua alegria dá Glórias a Deus e os homens, seus discípulos, recebem seu testemunho (1. 35- 37/3. 29).

No Evangelho de João há 21 capítulos, e logo no terceiro, João resolve suas questões. Em que momento você pretende resolver os seus? Quando é que a História de Deus vai aparecer na sua vida!?

Ney Gomes. #18anosdeCaminho.
"Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo." 1 Timóteo 4.10
11/06/15 – Italva

Postagens mais visitadas