Filipenses. A Diferença dos Corpos (Especial).


A DIFERENÇA DOS CORPOS.

“Pois todo aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado, e todo aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado”.

“Pois, como já lhes disse repetidas vezes, e agora repito com lágrimas, há muitos que vivem como inimigos da cruz de Cristo. O destino deles é a perdição, o seu deus é o estômago e eles têm orgulho do que é vergonhoso; só pensam nas coisas terrenas. A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso”.
(Mateus 23. 12/Filipenses 3. 18 ao 21 - NVI). 

A santidade pede certos cuidados para surtir os efeitos que se esperam dela. E essa verdade nos é revelada claramente nas palavras do Apóstolo Paulo em Filipenses. Nesse riquíssimo capitulo Paulo nos diz que é necessário fugir da confiança na carne e daquilo que ela produz. Ele nos revela que o fim da vida carnal é inimizade contra a cruz de Cristo.
Os inimigos da Cruz não têm nome, mas em todos os séculos eles podem ser denominados como os DONOS DOS CORPOS EXALTADOS. Parece-me que nesse capitulo Paulo fala de três naturezas de ordem espiritual: A terceira é a mais segura. E é a glorificada. Essa é aquela cuja natureza não muda mais, pois foi definitivamente alterada pelo poder da ressurreição de Cristo (I Cor 15. 53, 54). São CORPOS GLORIFICADOS, corpos eternos. Marcados pela obediência e submissão a Deus (I Cor 15. 58). Essa natureza é desejada por todos aqueles que estão cansados das fraquezas dessa vida, e que não desejam mais nada das coisas que há nesse mundo (3. 8). A segunda é de natureza abatida. Sua condição é a de nunca ter os seus desejos realizados. Tudo o que ela recebe é na medida básica para continuar (Mt 6. 25). O suficiente para não morrer, e o insuficiente para se exaltar. São CORPOS HUMILHADOS, que através do jejum, da oração, da disciplina e da obediência à Palavra, experimentam todos os dias o morrer de Jesus (Luc 9. 23). Sua confiança passa dessa forma de si para ELE sem questionamento, uma vez que já não existe poder para contestação, dada a sua fraqueza progressiva (diária). Suas ações estão subordinadas ao Espírito de Deus, que dia após dia encontra menos resistência ao Seu projeto e presença (At 16. 6 – 10). Essa segunda natureza é a matéria prima para a natureza GLORIFICADA. Sua condição é a condição exata para ser transformada (Rm 12. 1/II Cor 1. 9).
A primeira natureza em seu estado original não possui nenhum valor. Ela já está morta e condenada a destruição (Rm 1. 21 – 32). Sua essência por si só se opõe a cruz de Cristo e sua manifestação revela sua ruína (I Cor 3. 3). São CORPOS EXALTADOS, escravos dos prazeres dessa vida que é ciceroneada por satanás (II Tm 2. 26). Todo homem é um estrangeiro nesse mundo, pois na verdade nossa cidade está nos céus, de onde vem o Salvador de todos os que esperam a verdadeira Justiça e Descanso (Hb 11. 13/I Pe 2. 11, 12/Ap 21. 2). Se deixarmos o diabo nos guiar nessa terra estrangeira, logo ele nos imporá um processo de aculturação (Luc 4 1 – 13). Digo isso, por que não creio que Deus fez o homem para perdição (I Tm 2. 4). Porém sei que ele pode ser ensinado a se perder eternamente. Tendo tempo o diabo ensina os homens a serem inimigos de Deus e da Cruz, e ele faz isso, ensinando-os a serem entre tantas coisas, glutões. Isso é, a comerem mais do que precisam. O diabo torna a comida numa divindade digna de ser adorada pelos homens. Um rei momo que vive dentro de cada um, e de forma ilimitada. A obesidade hoje é um problema real, constante e comum. Uma divindade estranha, que mata suas vítimas pelo excesso de peso ou culpa (anorexia). A serem pessoas sensuais, que adoram fazer de forma vergonhosa o que Deus criou para ser um prazer do casamento. Suas relações sexuais não têm porquê e nem valor, e seus valores morais possuem relação direta com suas práticas sexuais. Eles (a) mentem, matam, enganam, trapaceiam com a mesma facilidade com que entregam seus corpos a luxuria. O seu corpo é uma moeda, cujo poder se exalta sobre as coisas dessa vida (hedonismo). Mentindo e se prostituindo elas (as pessoas) conseguem casas, apartamentos, drogas, posições eclesiásticas, dinheiro, preeminência e prestígio (Mt 28. 11 –15). Costumo com freqüência falar do perigo da mentira na igreja e com muito mais urgência quando vejo a mentira sem punição. Quem mente e aceita a mentira, uma hora dessas vai acordar ao lado de uma prostituta (besta ou demônio) na sarjeta da vida. Mentira e prostituição andam juntas e são anúncios do fim e de uma mentalidade carnal. Quando essas coisas estão em um CORPO, elas EXALTAM essas práticas e condenam em si os valores de Deus (Ap 22. 15). Sua podridão tenta ser escondida atrás de tradições, valores históricos, hotéis luxuosíssimos e lugares paradisíacos. Porém isso não anula o odor de carniça que sai de dentro desses CORPOS (Mt 23. 27). CORPOS EXALTADOS nada produzem de bom, ainda que cheios de sabedoria, religiosidade e conhecimentos humanos. Mesmo com nome e sobrenome, seu fim é a perdição eterna. O Apóstolo entendeu bem essa verdade, pois a viu acontecer nele mesmo e em suas atitudes (At 8. 3/I Cor 15. 9/Gal 1. 13, 14). Ele fala com propriedade da morte que experimentou e da humilhação que impôs a sua própria natureza. Ele vê Cristo e sabe que seu prêmio é ser igual a Ele em sua natureza divina (3. 13 ,14). Por isso, ele leva sempre em seu corpo o morrer de Jesus, para que de alguma forma, ele experimente pela fé o poder que vê sobre Seu Senhor e Salvador (3. 10, 11). SANTIDADE é uma coisa em relação direta com o corpo, que é considerado TEMPLO do ESPÍRITO DE DEUS (I Cor 3. 16/I Ts 4. 7). Se você acha que seu corpo nada tem haver com Deus, está exaltando a inimizade contra a Cruz (I Ts 5. 23). E impondo a si mesmo a marca da perdição. Pois isso Paulo deixa bem esclarecido! E é que o homem não pode salvar a si mesmo, mas, que pode se condenar.

Humilhemo-nos pois então!

Ney Gomes – 28/12/2006 (03: 21 H).

Postagens mais visitadas