Filipenses. Prêmio Acumulado de Muitas Cenas.

PRÊMIO ACUMULADO DE MUITAS CENAS.
“Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. Todos nós que alcançamos a maturidade devemos ver as coisas dessa forma, e, se em algum aspecto vocês pensam de modo diferente, isso também Deus lhes esclarecerá”.
(Fil 3. 12-15 – NVI).



Que bom seria se tudo pudesse se resolver pura e simplesmente deixando para trás os erros que cometemos. Cristãos não têm vontade de viver uma vida errada. Erram por que são humanos. Mas, Paulo não está dizendo que esquecer das coisas resolve os problemas (o tempo não perdoa pecado). Em suas palavras estão embutidos valores que uma vez agregados a nossa conduta melhoram nossa performance Cristã. Veja que não é simplesmente esquecer e avançar, é muito mais que isso.
A conquista Cristã mais importante é de forte aspecto acumulativo (v. 16). Sua riqueza está em aprender sempre e jamais abrir mão do que se aprendeu, e se não existe em nós uma idéia de como colocar essa verdade em prática, nos basta apenas olhar para a vida de homens como o Apóstolo Paulo (v. 17/4. 9).

“Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado (...) Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado...”HUMILDADE é o princípio fundamental para se andar bem nas esferas celestiais (At 19. 13- 17). Pois todo O poder que nos é conferido está no NOME de outro (At 4. 12/Fil 2. 10). Uma pessoa que teme a Deus e que se sujeita as suas ordenanças pode ser considerada humilde, pois humildade fala mais de postura do que de simples definição de conceito.
“Mas uma coisa faço...”ORGANIZAÇÃO significa saber que somos limitados. Conheço pessoas que podem fazer várias coisas as mesmo tempo e outras que precisam fazer uma de cada vez. Não importa a que grupo pertencemos, a eficiência reside no fazer bem feito. Parece que vários fatores de sua vida obrigaram Paulo a fazer uma coisa de cada vez, mas, nem por isso foram mal feitas, pelo contrário, seus efeitos até hoje nos fazem muito bem. Aos que acham que não precisam de ninguém e que podem fazer tudo ao mesmo tempo, talvez lhes fossem melhor pensar em ser DEUS e não Cristãos. No Cristianismo autêntico eficiência está ligada intimamente a coletividade.
“Avançando para as que estão adiante...”EVOLUÇÃO deve ser uma palavra natural de nossa vida, por que Cristianismo se interpreta facilmente pela linguagem da Biologia. Jesus mesmo faz referência à natureza evolutiva da vida Cristã ao comparar nossa união a Ele usando o exemplo da videira (Jo 15/I Cor 12. 12). Tudo o que passou é experiência, o agora é relacionamento e o que está por vir é desafio. Faça parte de uma geração que descobriu que DEUS tem muito mais ainda para nos dar e essa descoberta valoriza ainda mais as palavras de Paulo (Sl 101. 6). Pois ele mesmo já vivia essa verdade. Só existe uma maneira de se viver bem a vida Cristã, e é olhando para aquilo que ainda precisa ser edificado e alcançado (Is 53. 11).
“Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus...”OBJETIVO é a palavra mais mal interpretada pelos teólogos da hora. Há quem acredite que o objetivo do Cristianismo é enriquecer seus seguidores, lhes dar preeminência social e lhes ausentar de qualquer dor física que seja normal aos reles descrentes (conceito mosaico). Há os que crêem que OBJETIVO é construir, adquirir e aumentar. Objetivos CONCRETOS pensam eles. Pois Deus é digno de receber coisas sólidas, tal como ferro e concreto. Há os que pensam que nasceram para “sapatear”, profetizar e falar em línguas. Nascemos para a glória de Deus, para Seu louvor e para que Seu nome seja engrandecido em nossas vidas. Tudo o que fazemos e acreditamos ser OBJETIVO é secundário diante dessa verdade tão presente nos ensinamentos de Jesus (Mc 1. 38/Jo 18. 37). Estar em harmonia com os desejos de Deus para os homens é ter o OBJETIVO certo. Ser santo, ser puro, honesto, verdadeiro, tratável e temente, esses são os valores que preenchem o conceito de OBJETIVO do qual falamos. BUSCAR essas coisas para si e para os outros se constituem no verdadeiro objetivo de nossas vidas. Quando os OBJETIVOS de nossas vidas se conflitam são esses os que devem prevalecer e permanecer.

Diante de palavras tão claras é certo repetir o que Paulo diz: “Todos nós que alcançamos a maturidade devemos ver as coisas dessa forma, e, se em algum aspecto vocês pensam de modo diferente, isso também Deus lhes esclarecerá”. Só DEUS mesmo!

Ney Gomes – 17/03/07.


Postagens mais visitadas